Em janeiro, há encontro entre música e espaços com história em Santa Maria da Feira

Em janeiro, há encontro entre música e espaços com história em Santa Maria da Feira

 

À primeira vista, o edifício do antigo Hospital de São Paio de Oleiros, o Sindicato dos Operários Corticeiros do Norte e o Museu Convento dos Loios têm apenas em comum o facto de marcarem o património do território de Santa Maria da Feira. Mas têm mais em comum. São locais emblemáticos para a comunidade e serão também palco para o ciclo “3CC – 3 Concertos, 3 Casas”. Três concertos intimistas integrados na programação da Festa das Fogaceiras, nos dias 10, 17 e 24 de janeiro, que unem o talento de artistas emergentes –  Ana Lua Caiano, daguida e Churky – ao carisma histórico daqueles espaços.

A 9 de janeiro de 1999 passou o testemunho ao Hospital S. Sebastião, mas durante 90 anos o Hospital de S. Paio de Oleiros, outrora designado de Hospital Asilo de Nossa Srª da Saúde, serviu as populações da freguesia de S. Paio de Oleiros, do concelho de Santa Maria da Feira e dos municípios limítrofes. 25 anos após o seu encerramento, no dia 10 de janeiro, pelas 21h30h, este vultuoso edifício volta a abrir as suas portas por uma noite, sendo palco para o primeiro concerto do ciclo “3CC”, com Ana Lua Caiano.

Criando melodias que remetem para a tradição, com recurso a coros, harmonias e cânones, numa união com sintetizadores, beat-machines e sons retirados do quotidiano, a música de Ana Lua Caiano traz a herança tradicional portuguesa para o mundo moderno, eletrónico e tecnológico. Ao vivo e com um sintetizador, uma loop station, um microfone, um bombo e vários instrumentos percussivos, esta “one woman show” cria, através da sobreposição de loops, várias camadas sonoras e ambientes, sozinha e em tempo real.

No dia 17 de janeiro, às 21h30, o ciclo de concertos “3CC” instala-se no Sindicato dos Operários Corticeiros do Norte, em Santa Maria de Lamas, o coração da indústria corticeira, para receber os daguida, que se autointitulam de “Operários da Lusofonia”. A partir da sua fábrica de canções dão voz àquilo que muitos pensam, mas poucos dizem. Criam com o objetivo de derrubar preconceitos e desfazer verdades totalitárias. Amigos de escola, catequese e festas punk, Yuran, Gecko e Koala formam os daguida e, juntos, lançam batidas rock, ritmos africanos, guitarras bem talhadas e vozes de manifesto enquanto vão desenhando a banda sonora das suas vidas.

O Museu Convento dos Loios, em pleno centro histórico da cidade da Feira, é um espaço dedicado à História do concelho e da região para salvaguarda, valorização e divulgação das memórias do passado como importante herança histórica e cultural e é aqui que termina, no dia 24 de janeiro, às 21h30, o ciclo “3CC”, com Churky. Neste concerto, o músico e compositor apresenta as canções com roupagem inédita, simples e despidas de arranjos, mostrando assim o lado mais puro da sua arte, num formato voz e viola. Um espetáculo intimista com a participação do talentoso músico Diogo Pedro no trompete.

Os bilhetes para os 3 Concertos, 3 Casas têm um valor de 3 euros e podem ser adquiridos na Bol e na Loja Interativa de Turismo de Santa Maria da Feira.

 O ciclo “3CC – 3 Concertos, 3 Casas” não só dá vida a lugares especiais, como dá visibilidade a novos talentos e ressalta a essência cultural que celebra a Festa das Fogaceiras. Ao dia 20 de janeiro, ponto alto desta tradição secular com a renovação do voto ao mártir S. Sebastião, o Município de Santa Maria da Feira alia um programa cultural rico e diverso que se estende por todo o mês de janeiro (de 2 a 27).