“As IPSS são absolutamente estruturantes para o tecido empresarial de Santa Maria da Feira”

“As IPSS são absolutamente estruturantes para o tecido empresarial de Santa Maria da Feira”

Belmiro Pinheiro e Roberto Rosário nos estúdios da Sintonia

‘Setor Social e Empresarial na Nova Ordem Mundial’ foi o tema do sexto episódio do programa Espaço Empresa, uma parceria entre a AE Feira e a Rádio Sintonia. Belmiro Pinheiro, Presidente da Mesa de Assembleia da AE Feira e Presidente da Direção O Jardim – Centro de Solidariedade Social de Canedo e Roberto Rosário, Sócio-Gerente da Samed, foram os convidados do programa.

Belmiro Pinheiro salienta o peso das IPSS no tecido empresarial de Santa Maria da Feira. Ao todo, laboram no concelho 53 instituições, que contam com mais de três mil colaboradores, afirma o presidente da mesa da Assembleia Geral da AE Feira. Aos microfones da Sintonia, Belmiro Pinheiro aborda também o projeto que abraçou no Centro de Solidariedade Social de Canedo. É presidente desde 2017.

Belmiro Pinheiro dá a conhecer as respostas sociais d’O Jardim – Centro de Solidariedade Social de Canedo, desde a área da infância, até à terceira idade.

Roberto Rosário, sócio-gerente da Samed, explica que a empresa nasceu em janeiro deste ano em Santa Maria da Feira, após “identificar necessidades” nos produtos na área da geriatria. O balanço, até ao momento, é positivo, indica o sócio-gerente da Samed, que afirma que já há clientes fidelizados.

Como é que as IPSS lidam com a inflação e quais as principais dificuldades? Belmiro Pinheiro salienta que a principal dificuldade sentida é no aumento dos salários. O presidente d’O Jardim aponta que as atualizações das comparticipações da Segurança Social não estão em linha com o aumento do salário mínimo. Associado da CNIS – Confederação Nacional das Instituições Particulares de Solidariedade Social, o Centro de Solidariedade Social de Canedo fez chegar a este organismo algumas medidas que considera que ajudariam a combater o impacto da inflação. Belmiro Pinheiro elenca o gasóleo verde ou a ADSE para colaboradores como apoios importantes para as IPSS.

IPSS com dificuldades em fixar mão de obra no setor social, identifica Belmiro Pinheiro.

A esperança média de vida está a aumentar e, com isso, as necessidades de cuidados por parte das pessoas mais velhas. Roberto Rosário aponta que o humanismo é fundamental no setor social.

Belmiro Pinheiro aponta a necessidade de, por um lado, promover a sustentabilidade das instituições, e, por outro, de garantir o humanismo nos cuidados prestados.

O presidente do Centro de Solidariedade Social de Canedo afirma que a instituição tem mais procura do que oferta nas respostas sociais de SAD (Serviço de Apoio Domiciliário) e lar. A instituição tem procurado implementar um projeto de expansão do lar, que se traduz no aumento de 20 camas e que implica um investimento na ordem de um milhão de euros.

Pode ouvir o programa na íntegra aqui.

O programa Espaço Empresa resulta de uma parceria entre a Rádio Sintonia e a Associação Empresarial da Feira. Todas as quintas-feiras, depois das 18h, o programa propões a debater temas relevantes para o tecido económico do concelho.