Exposição da artista plástica Débora Pax revisita ‘Farsa de Inês Pereira’ de Gil Vicente

Exposição da artista plástica Débora Pax revisita ‘Farsa de Inês Pereira’ de Gil Vicente

A artista plástica Débora Pax está de regresso à sala polivalente da Biblioteca Municipal de Santa Maria da Feira, desta feita com a exposição ‘Inês Farsola’, inspirada na ‘Farsa de Inês Pereira’, obra emblemática do dramaturgo português Gil Vicente. Um projeto de itinerância cultural que tem o alto patrocínio do Presidente da República e já esteve patente na Assembleia da República no final de 2023.

Decorridos mais de 500 anos sobre a primeira apresentação do ‘Auto de Inês Pereira’ por Gil Vicente ao rei D. João III no seu convento de Tomar, Débora Pax traz à sua terra natal, Santa Maria da Feira, um extenso espólio de 29 obras de pintura inspiradas nesta icónica “farsa de folgar”.

Trata-se da conjunção de um fragmentário (in)submisso, em que personagens e circunstâncias do enredo se apresentam indelevelmente reflexivas da cronologia da produção do acervo, iniciada há mais de oito anos. Daí que, quer o fácies dos personagens, quer o próprio estilo criativo adoptado, ou ainda os enquadramentos – de que se não afasta o cariz mordaz e divertido – acabem por reflectir a inspiração e, até, o estado de espírito da autora, a cada momento criativo”, lê-se na sinopse da exposição.

Seis anos depois de expor ‘Pax.01’ na biblioteca municipal feirense, no âmbito da programação ‘Santa Maria da Feira – V Capital da Cultura do Eixo Atlântico’, Débora Pax regressa à terra com “uma interpretação livre, sensitiva e vibrante” da ‘Farsa de Inês Pereira’, que denuncia a paixão da artista plástica pelo génio de Gil Vicente, “liberta de amarras imagéticas e temporais”.

Débora Macedo tem 44 anos, é patrimonióloga, licenciada em Ciências Históricas, pós-graduada em Património Artístico e Conservação e acumula uma relevante experiência profissional tanto na área da investigação histórica de Bens Culturais como na elaboração de documentos estratégicos e modelos de gestão do património cultural, sendo coautora do único Regulamento Municipal Estratégico para Intervenção no Património Cultural em Portugal.

Enquanto artista plástica, soma várias participações em exposições coletivas, nacionais e internacionais, que iniciaram ainda antes de abraçar em pleno, em 2018, o desafio criativo, altura em que adotou o pseudónimo artístico Débora Pax, criando a denominação sequencial para os eventos procedentes a ‘Pax.01’.

Do seu preenchido e relevante currículo artístico, sobressai ainda a execução dos vitrais da Igreja da Misericórdia de Santa Maria da Feira, monumento classificado do século XVI, no âmbito do Projeto Miserere.

A exposição pintura ‘Pax.04 – Inês Farsola’ inaugura a 8 de junho, às 17h00, na Biblioteca Municipal de Santa Maria da Feira, mantendo-se até 7 de julho. De acesso gratuito, esta mostra pode ser visitada de segunda-feira a sábado, entre as 10h00 e as 19h00. Aos domingos, estará patente das 9h30 às 12h30.