Fiães carimba permanência, Paços depende só de si na luta pelo 2º lugar

Fiães carimba permanência, Paços depende só de si na luta pelo 2º lugar

 

O Fiães carimbou este domingo a permanência no principal escalão do futebol aveirense e anunciou a renovação de Miguel Oliveira no leme da equipa sénior. O nulo no terreno da Juveforce bastou à turma fianense para assegurar o objetivo da temporada. Já o Paços de Brandão venceu o Alba, por 2-0, e depende apenas de si a duas jornadas do fim para conquistar o 2º lugar – atualmente ocupado pela Ovarense – que dá acesso à Taça de Portugal. Nesta ronda, o União de Lamas venceu o Canedo e o Lobão somou novo desaire na deslocação a Oliveira do Bairro (2-1). 

Na visita à Juveforce, o Fiães já garantiu a permanência no principal escalão do futebol aveirense, bastando o empate a zero. Ao final do dia, o clube fianense anunciou também a continuidade de Miguel Oliveira e equipa técnica na próxima época. “É com satisfação que anunciamos a primeira renovação para a próxima temporada: Miguel Oliveira e a sua equipa técnica continuam ao comando da nossa equipa sénior“, referiu o clube num comunicado nas redes sociais.

Paços vence e depende apenas de si

No estádio D. Zulmira Sá e Silva, o Paços de Brandão venceu o Alba por 2-0, um triunfo construído nos primeiros 18 minutos da partida com golos de Gustavo Figueiredo e Márcio. Aos microfones da Sintonia, o timoneiro da briosa, Tiago Leite, sublinhou que a duas jornadas do fim, a equipa depende apenas de si para assegurar um “feito histórico”: a participação do Paços de Brandão na Taça de Portugal. Até ao final do campeonato, os brandoenses visitam o lanterna vermelha e já despromovido Mansores e recebem, na derradeira jornada, a Ovarense.

Já o técnico do Alba, Hugo Oliveira, lamentou que a equipa tenha dado “45 minutos de avanço” ao adversário. A duas jornadas do fim, a turma de Albergaria a Velha continua numa difícil luta pela manutenção.

 

Tiago Leite, técnico do Paços de Brandão

 

Hugo Oliveira, técnico do Alba

 

Canedo soma quarto desaire perante líder

No dérbi à moda de Santa Maria da Feira, o Canedo até entrou a vencer, com tento de Pedro Macedo aos oito minutos, mas a resposta do campeão não tardou. Aos 25 minutos, Joãozinho repôs a igualdade e na reta final da primeira parte, Aranha consumou a reviravolta após conversão de uma grande penalidade. No final do duelo, o técnico unionista, Fernando Pereira, realçou o triunfo justo no Campo das Valadas. Já o técnico da equipa da casa (que terminou o duelo reduzida a nove elementos), André Canedo, considerou o penálti o lance do jogo, demonstrando muitas dúvidas sobre a marcação da grande penalidade.

 

Fernando Pereira, técnico do União de Lamas

 

André Canedo, técnico do Canedo

 

Bustelo vence Cesarense e dá passo crucial  na permanência

No dérbi oliveirense crucial para as contas da manutenção, o Bustelo levou a melhor perante o Cesarense (2-1) e deu um importante passo na permanência. Aos microfones da Sintonia, o técnico do Bustelo, Diogo Ferreira, realçou a importância do triunfo, enquanto Porto Gomes admitiu que o Cesarense está em “maus lençóis“. A equipa está obrigada a vencer os dois últimos duelos e terá de aguardar os resultados de adversários diretos para evitar a descida.

 

Diogo Ferreira, técnico do Bustelo

 

Porto Gomes, técnico do Cesarense

 

Na restante jornada, a Ovarense venceu o Espinho por 2-4, o Pampilhosa goleou o Mansores por 4-0, o Fermentelos somou três importantes pontos no reduto do Águeda (1-2) e o Estarreja venceu, pela margem mínima, na receção ao Esmoriz.