Florgrade não evita despromoção, S. João de Ver com “foco na subida”

Florgrade não evita despromoção, S. João de Ver com “foco na subida”

Florgrade venceu por 0-1 no terreno do S. João de Ver, mas triunfo não evitou descida. Foto: Florgrade FC

 

Apesar do triunfo por 0-1 na casa do S. João de Ver, a Florgrade não evitou a descida aos distritais após um ano de estreia no Campeonato de Portugal. Por seu turno, a turma malapeira tem já as atenções focadas na fase de subida, onde a promoção à Liga 3 é o principal objetivo. “Estamos cá para subir de divisão”, garante o mister António Oliveira. 

Na última ronda da fase regular do Campeonato de Portugal, a Florgrade estava obrigada a vencer no terreno do S. João de Ver e a aguardar pelo eventual deslize de Salgueiros e Paredes, que não se veio a efetivar. O golo solitário de Ricardo Machado deu o triunfo aos corticeiros, mas não chegou para assegurar a permanência nos nacionais. Aos microfones da Sintonia, o técnico da Florgrade assumiu a responsabilidade da descida, que tem impacto direto no SABSEG – descem agora as quatro equipas do fundo da tabela classificativa. Em jeito de balanço, André Ribeiro sublinhou a segunda volta protagonizada pela equipa de Cortegaça – onde amealhou 22 pontos -, lamentando que na 1ª etapa da competição a equipa não tenha sido “competente“. Foi por apenas um ponto que a Florgrade se despediu do Campeonato de Portugal, após subida inédita do SABSEG na temporada transata.

 

André Ribeiro, técnico da Florgrade

 

“Não são duas derrotas seguidas que vão alterar o nosso percurso”

Do outro lado da margem, o S. João de Ver que tinha já carimbado a presença na fase de subida, prepara agora a próxima etapa da competição. O técnico António Oliveira admitiu, à Sintonia, que gostaria de ter terminado esta fase com um triunfo. “Estamos a cometer erros que nos têm custado caro, principalmente nas bolas paradas. Mais uma vez sofremos um golo de bola parada e temos que fazer mais“, reconheceu o timoneiro que, ainda assim, realça o percurso da equipa esta temporada e o objetivo já garantido de disputar a promoção à Liga 3. “Não são duas derrotas seguidas que vão alterar o nosso percurso, estamos a trabalhar para chegar à segunda fase e mostrar que estamos cá para subir de divisão”, garantiu.

A equipa já sabe os adversários que terá pela frente. Além do Amarante, líder da série B, e do próprio S. João de Ver, vão disputar a subida Limianos e Pevidém (Série A), UD Santarém e Lusitânia dos Açores (Série C) e V. Setúbal e Moncarapachense (Série D). “Acredito que temos que fazer muito mais do que aquilo que fizemos na 1ª fase. Queremos subir de divisão e, para isso, temos que trabalhar“, concluiu o técnico.

 

António Oliveira, técnico do SC S. João de Ver