Projeto-piloto incentiva alunos a andar a pé

Projeto-piloto incentiva alunos a andar a pé

O Município de Santa Maria da Feira lançou o repto ao Agrupamento de Escolas Fernando Pessoa no início do ano letivo e duas turmas do 5º ano aderiram ao projeto-piloto de educação e prevenção rodoviária “Pé na Estrada – Modalidade a Pé”, que está a ser implementado no decurso do segundo semestre, no âmbito da disciplina de Cidadania. O objetivo é sensibilizar e incentivar os alunos a fazerem o trajeto casa-escola a pé, desde que acompanhados por um responsável e seguindo um percurso pré-definido, em condições de segurança.

A primeira ação experimental com as duas turmas participantes (5.º A e 5.º B) concretizou-se no dia 11 de março, com uma caminhada lúdico-pedagógica entre o parque dos bombeiros e a EB Fernando Pessoa, que teve o acompanhamento e supervisão permanentes de técnicos da Escola de Educação Rodoviária (EER) e de um agente da Escola Segura (PSP de Santa Maria da Feira).

Antes de passarem à componente prática, os alunos usufruíram de três sessões de sensibilização sobre segurança rodoviária em contexto de sala de aula, com recurso a ferramentas digitais, jogos lúdico-educativos e leitura do Manual para Peões, partilhado com todos os envolvidos neste projeto-piloto, integrado no Projeto Educativo Municipal.

Dinamizado pela EER, o “Pé na Estrada” contempla ainda a vertente “Mobilidade em Rodas”, que conta com a adesão de alunos do 3º ciclo do Agrupamento Fernando Pessoa, com enfoque na promoção da bicicleta como meio de transporte alternativo para deslocações casa-escola, desde que garantidas as condições de segurança.

A trabalhar com alunos do 2.º e 3.º ciclos, os técnicos da Escola de Educação Rodoviária partilham os objetivos gerais do projeto com todos os envolvidos, priorizando a sensibilização para a prevenção e segurança rodoviária e a promoção da mobilidade sustentável como relevantes contributos para a melhoria da qualidade de vida e da condição física, sem esquecer a redução do trânsito automóvel junto à escola, com impactos positivos em matéria de qualidade ambiental.

As caminhadas experimentais pela cidade terão continuidade às segundas-feiras, desde que os encarregados de educação e os alunos assim o pretendam, mantendo-se a garantia de acompanhamento técnico e logístico da Câmara Municipal, através da Escola de Educação Rodoviária, a todos os participantes devidamente autorizados.

Construída em 2005 pela Direção-Geral de Viação, em parceria com o Município de Santa Maria da Feira, a EER é um espaço dinâmico e interativo, aberto a alunos, pais, professores e comunidade em geral, que surgiu da necessidade de implementar políticas eficazes no combate à sinistralidade rodoviária, começando pelos mais novos.

Quase a completar duas décadas de atividade, a Escola de Educação Rodoviária mantém a aposta na prevenção e na formação dos diferentes utilizadores, particularmente crianças e jovens, em áreas basilares como a educação e segurança rodoviária.

As escolas continuam, por isso, a ser parceiros privilegiados no processo de envolvimento de toda a comunidade educativa, sensibilizando para a importância da segurança rodoviária.

A dinamização de atividades lúdico-pedagógicas que despertam hábitos saudáveis e atitudes corretas e responsáveis de todos, jovens e menos jovens, na via pública, enquanto peões, passageiros ou utilizadores de veículos suaves, será sempre uma prioridade.