Márcio Correia suspende iniciativas eleitorais do PS em Santa Maria da Feira

Márcio Correia suspende iniciativas eleitorais do PS em Santa Maria da Feira

Em comunicado, o candidato do PS expressa “o seu mais profundo pesar pelo falecimento de um dos maiores representantes dos valores da democracia portuguesa”. O lançamento da campanha do PS, agendado para este sábado, também foi suspenso devido à morte do antigo chefe de Estado. Jorge Sampaio partiu esta sexta-feira, aos 81 anos.

“É um dia triste, Portugal perde uma das figuras mais ilustres da vida política nacional. Jorge Sampaio foi um homem de causas e valores, foi uma peça fundamental na estruturação do sistema político em que hoje vivemos. Dedicou a sua vida à causa pública, combateu a ditadura sob a qual o país vivia, defendeu os presos políticos da altura e teve um papel primordial na consolidação da democracia”, refere o comunicado do candidato do Partido Socialista à Câmara da Feira.

Márcio Correia recorda que Jorge Sampaio ” foi um dos protagonistas da Crise Académica de 1962, que abalou a ditadura, tendo um papel determinante na luta pela liberdade”. O antigo Presidente da República aderiu ao Partido Socialista em 1978 e foi eleito Secretário-Geral do PS em 1989. Na mesma altura, foi eleito presidente da Câmara Municipal de Lisboa, tendo sido reeleito em 1993. Foi também Presidente da República durante dois mandatos, entre 1996 e 2006.

“O seu exemplo cívico perpetuou-se depois de ter saído da Presidência da República”, destaca o comunicado. Foi nomeado, em 2006, enviado especial para a Luta contra a Tuberculose pelo secretário- geral da Organização das Nações Unidas (ONU), “perpetuando o seu exemplo cívico, alinhado com os princípios que o definiam, da dignidade e da solidariedade”. Entre 2007 e 2013, foi o alto representante da ONU para a Aliança das Civilizações. Jorge Sampaio presidia, atualmente, à Plataforma Global para os Estudantes Sírios, que o próprio fundou em 2013.

O candidato do PS à Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, Márcio Correia, lamenta a morte do histórico socialista e informa a suspensão de todas as iniciativas e ações de campanha do partido, incluindo a sessão de lançamento de campanha, agendada para amanhã, dia 11 de setembro, no Europarque. A sessão contaria com a presença do dirigente socialista e atual Ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos.