Sanguedo bate Milheiroense e discute subida com Macieira de Cambra

Sanguedo bate Milheiroense e discute subida com Macieira de Cambra

O Sanguedo venceu, por 2-0, o Milheiroense nas meias-finais da prova da 2ª Divisão Distrital. Os comandados de Zé Neves encontram-se na final com o Macieira de Cambra e o técnico diz que a equipa tudo fará para “alcançar a desejada subida”.

Aos microfones da Sintonia, o timoneiro do Sanguedo, Zé Neves, apontou que a equipa controlou “o jogo do princípio ao fim”, considerando que é a justa vencedora da meia-final. Agora, os olhos estão postos no derradeiro encontro com o Macieira de Cambra, num jogo que decidirá quem sobe 1 ª Divisão Distrital. “Uma final é 50/50 e quem está do outro lado de certeza que também vai fazer tudo por tudo para conseguir a vitória. Vamos fazer o nosso trabalho e o melhor possível para alcançar a tão desejada subida que o Sanguedo já anda à procura há 11 anos”, refere o técnico.

Zé Neves, técnico do Sanguedo, em entrevista à Sintonia

Já o Milheiroense vai disputar o terceiro lugar com o Aguinense, em partida também agendada para este sábado. O timoneiro da turma de Milheirós de Poiares, que averbou este domingo a primeira derrota do campeonato, reconhece que o Sanguedo foi “o justo vencedor” da meia-final. Perspetivando uma época “difícil para todos”, Pedro Silva evidenciou a máxima com que o GD Milheiroense se guiou durante toda a competição. “Com pouco tentamos fazer muito e estou muito grato a eles [aos jogadores e equipa] pela época que fizeram”, reconhece.

Pedro Silva, técnico do Milheiroense, em entrevista à Sintonia

Foto: GD Milheiroense