Funcionária de unidade de saúde detida por corrupção

Funcionária de unidade de saúde detida por corrupção

A funcionária, de 44 anos, é suspeita da prática de crimes de corrupção passiva, acesso ilegítimo agravado, falsidade informática agravado, falsificação de documento agravado e burla tributária qualificada.

A Polícia Judiciária (PJ) deteve uma assistente administrativa de uma unidade de saúde do distrito de Aveiro suspeita de ter forjado atestados médicos, informou hoje aquele órgão de polícia criminal.

Em comunicado, a PJ refere que a arguida foi detida em cumprimento de mandado de detenção emitido pelo Ministério Público de Santa Maria da Feira.

A funcionária, de 44 anos, é suspeita da prática de crimes de corrupção passiva, acesso ilegítimo agravado, falsidade informática agravado, falsificação de documento agravado e burla tributária qualificada.

“Os factos participados há relativamente pouco tempo vinham, no entanto, sendo praticados, de forma reiterada, há já alguns anos, e consistiam no aproveitamento por parte da suspeita das respetivas funções e dos acessos que as mesmas lhe conferem para a prática dos crimes, com vista à obtenção para si e para terceiros de benefícios patrimoniais ilegítimos”, refere a mesma nota.